• <meter id="711ck"></meter>

    1. <thead id="711ck"></thead>

      Avan?o da tecnologia e custos crescentes estimulam energia solar no Brasil

      2018-10-23 16:43:06丨www.7706937.com

      Rio de Janeiro, 22 out (Xinhua) -- A paisagem ensolarada do Brasil faz da na??o sul-americana uma das melhores localiza??es do mundo para a produ??o de energia solar.

      Como a indústria continua a crescer, está rapidamente se tornando um dos negócios mais rentáveis do país.

      O crescimento da energia solar foi estimulado, em parte, pelo aumento da seca, que elevou o pre?o da energia em um país que obtém 80% de sua eletricidade a partir de energia hidrelétrica.

      A demanda por diversifica??o de energia aumentou, com muitos consumidores optando pela energia solar.

      Segundo a Associa??o Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), em 2016, o Brasil tinha 2.700 sistemas de gera??o de energia solar instalados. Em 2017, o número subiu para 7.000. Hoje, existem quase 40.000 sistemas de energia solar.

      A associa??o prevê um aumento de 300% no uso de energia solar este ano.

      O potencial econ?mico da indústria solar parece ser enorme, com o governo brasileiro estimando que o mercado irá gerar cerca de 100 bilh?es de reais (cerca de 27 bilh?es de dólares) até 2030.

      De acordo com institutos de meteorologia, uma cidade como o Rio de Janeiro tem 1,7 megawatts de raios solares por metro quadrado por ano, o suficiente para fornecer um banho com uma hora de água quente por dia.

      Enquanto isso, o progresso na tecnologia está tornando os painéis solares mais acessíveis, um fator que também está impulsionando o rápido crescimento da indústria.

      Eloi Naval, diretor da empresa brasileira de energia solar Solartop, disse à Xinhua que os custos de tecnologia caíram drasticamente nos últimos anos.

      Um projeto de energia solar que teria custado entre R$ 150 mil e R$ 200 mil (40 mil e 54 mil dólares) há cinco anos, hoje custa cerca de R$ 30 mil (8.000 dólares), disse ele.

      Isso levou a empresa, que instala painéis solares, a ver o crescimento da demanda.

      "O mercado está mudando muito rapidamente", disse Naval.

      "Muitas empresas, assim como os donos de imóveis, veem a energia solar como uma forma de cortar custos. E durante um período de crise como o que o Brasil está enfrentando, cortar custos significa lucros maiores, o que é muito interessante para qualquer empresa".

      A Naval calculou que qualquer casa ou empresa com uma conta de eletricidade de R$ 500 a R$ 700 por mês, que optar por instalar um painel solar de R$ 30 mil, pagará pela instala??o com a economia feita em quatro anos e meio.

      A Solar Prime é outra empresa que se beneficia do boom de energia solar. Apesar da inaugura??o há apenas cinco anos, a empresa está presente em quase todo o país, com 108 filiais.

      O gerente de franquias, Sandro Cubas, espera que o número de agências aumente para 150 neste ano, antes de saltar para 400 em 2019.

      De acordo com Cubas, a empresa teve um come?o difícil, já que os potenciais clientes recusaram o alto pre?o e as perspectivas de redu??o de custo a longo prazo da energia solar.

      Hoje em dia, no entanto, as opini?es est?o mudando.

      "Os kits solares s?o garantidos por 25 anos, funcionando a 80% de sua capacidade inicial. Na prática, isso significa que eles podem durar de 35 a 40 anos", disse Cubas.

      "é um investimento muito bom", acrescentou ele.

      Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugest?es para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

      Telefone: 0086-10-8805-0795

      Email: [email protected]

      010020071380000000000000011100001375525691
      陕西十一选五遗漏导航

    2. <meter id="711ck"></meter>

      1. <thead id="711ck"></thead>

      2. <meter id="711ck"></meter>

        1. <thead id="711ck"></thead>